Efecto de la intensidad de la aireación en el proceso de nitrificación del biofilm en la producción de Litopenaeus vannamei (Boone, 1931) en un sistema de biofloc y agua limpia

Autor: Ana Paula Mariane de Morais (Currículo Lattes)
Tutor: Dr Dariano Krummenauer
Co-tutor: Dr Paulo Cesar Oliveira Vergne de Abreu

Resumen

Estudos mostram a efetividade na utilização de substratos artificiais para o estabelecimento do biofilme, e a importância da sua utilização no sistema de cultivo como fonte complementar de alimento, incremento de espaço para os animais e auxílio no metabolismo dos compostos nitrogenados. Bactérias nitrificantes presentes no biofilme exercem um papel importante na manutenção da qualidade da água e, diversos fatores como pH, temperatura, salinidade e oxigênio dissolvido podem interferir no estabelecimento e eficiência das comunidades bacterianas. No entanto, não existe na literatura dados referentes à influência da intensidade de aeração na comunidade bacteriana presentes no biofilme. Assim, o objetivo desse estudo foi determinar a resposta de bactérias nitrificantes presentes do biofilme de substrato artificial submetidas a diferentes intensidades de aeração na produção de Litopenaeus vannamei (Boone, 1931) em sistema de água clara e biofloco. O trabalho foi dividido em dois experimentos, onde o primeiro experimento foi realizado sem camarões e consistiu de quatro tratamentos com três repetições, em tanques de 800L distribuídos em: 1) S/Ar (controle sem aporte de aeração); 2) V7.5 (vazão de 7.5 L/min); 3) V33.75 (vazão de 33.75 L/min) e V75 (vazão de 75 L/min), onde todos tinham substrato artificial, na proporção de 200% da área lateral do tanque. O experimento dois foi estabelecido a partir dos resultados do experimento anterior, constituindo de três tratamentos com três repetições: 1) BFT (biofloco, com vazão de 20.00 L/min); 2) BFT+BF (biofloco e biofilme com vazão de 33.75 L/min) e 3) BF (Biofilme com vazão de 33.75 L/min), no qual os camarões (7.89± 0.24g) foram estocados em nove tanques de 800L com densidade de 500 indivíduos m . O primeiro experimento mostrou que não houve diferença entre as concentrações de compostos nitrogenados entre as intensidades de aeração testada, sendo assim optou-se pela intensidade 33.75 L/min para o experimento 2. Neste, o processo de nitrificação foi mais eficiente nos tratamentos onde havia biofilme, bem como melhor desempenho zootécnico na presença do biofilme.

TEXTO COMPLETO