Otimização do manejo para o cultivo do Camarão-Branco Litopenaeus vannamei em sistemas de estufas com bioflocos

Autor: Dariano Krummenauer (Currículo Lattes)
Orientador: Dr Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior
Co-orientador: Dr Luis Henrique da Silva Poersch

Resumo

Nos últimos anos a aquacultura se direcionou para sistemas de cultivo que visam o aumento da produtividade e a redução da emissão de efluentes. Uma das estratégias que vem sendo testada é o cultivo de camarões marinhos em sistemas de bioflocos (BFT). Nesse sistema, o acúmulo dos nitrogenados é controlado através da manipulação da relação carbono/nitrogênio, que favorece o desenvolvimento de bactérias heterotróficas. Com isso, o nitrogênio amoniacal presente no cultivo é removido através da assimilação pela biomassa microbiana, gerando uma importante fonte de proteína para os camarões cultivados. Além disso, possibilita que o cultivo seja realizado sem renovação de água. Dentro deste contexto, o presente trabalho visa contribuir para o desenvolvimento do cultivo de Litopenaeus vannamei em sistema BFT, no sul do Brasil. Para isso, foram realizados cinco experimentos na Estação Marinha de Aquacultura (Instituto de Oceanografia, Universidade Federal do Rio Grande, RS, Brasil) e um experimento na Texas Agrilife Research (Texas A&M University, Corpus Christi, TX, EUA). Cada experimento realizado está descrito nos seguintes capítulos: (1) Efeito da reutilização de água com bioflocos com diferentes porcentagens em um novo ciclo de cultivo de camarões marinhos em sistema de bioflocos; (2) Efeito do reuso de diferentes níveis de bioflocos sobre o desempenho zootécnico e os parâmetros de qualidade da água em um sistema experimental, em alta densidade de estocagem e operado sem renovação de água; (3) Comparação do desempenho do crescimento de L. vannamei em sistema BFT realizado em estufas analisando o efeito de diferentes profundidades; (4) Uso de diferentes tipos de aeração em sistemas intensivos sem renovação de água: efeito na formação dos bioflocos, crescimento e sobrevivência de L. vannamei; (5) Análise da capacidade dos injetores de ar tipo “Taeration nozzles” no desempenho zootécnico e parâmetros de qualidade da água em um sistema super-intensivo de cultivo de L. vannamei e (6) Análise do uso de probiótico no cultivo de L. vannamei no sistema BFT contaminado com Vibrio parahaemolyticus. Para realização dos ensaios foram utilizadas uma estufa retangular com 9 tanques de 35.000 L (experimentos 3, 4 e 6), 15 caixas com volume útil de 800 L (experimentos 1 e 2) e uma estufa com dois tanques de 100.000 L (experimento 5). Os experimentos 1 e 2 evidenciaram as vantagens da utilização da água de despesca para um ciclo subsequente de cultivo em sistema BFT; no experimento 3, os camarões apresentaram melhor desempenho zootécnico quando foram cultivados nas profundidades 0,40 e 0,80 m; no capitulo 4, o difusor de ar (blower) apresentou o melhor resultado na formação dos agregados microbianos e no desempenho zootécnico dos camarões; no quinto experimento, os resultados comprovaram que o sistema de aeração “Taeration” pode ser utilizado como fonte de aeração nos sistemas BFT; no sexto capitulo foi possível observar a eficácia do uso de probióticos no controle de Vibrio parahaemolyticus presente no cultivo de L. vannamei em sistemas BFT. Assim, os resultados do presente estudo auxiliaram no desenvolvimento de um pacote tecnológico básico para a implementação do cultivo de L. vannamei em sistemas BFT, no sul do Brasil.

        

TEXTO COMPLETO