Produção de ciliados e nematódeos para utilização como alimento vivo para camarões na fase de berçário cultivados em meio à bioflocos

Autor: Cláudio Kinach Loureiro (Currículo Lattes)
Orientador: Dr Paulo Cesar Oliveira Vergne de Abreu
Co-orientador: Dr Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior

Resumo

Um Meio de Cultivo de Ciliados e Nematódeos - MCCN foi desenvolvido para produzir massivamente comunidades de flagelados, ciliados e nematódeos de forma econômica, para sua posterior utilização como alimento vivo. Após o desenvolvimento desta metodologia de produção, (Capítulo 1) foram realizados dois experimentos onde ciliados (Capítulo 2) e nematódeos (Capítulo 3) produzidos foram oferecidos a larvas do camarão branco Litopenaeus vannamei (PL 8) nas fases inicial, intermediária e final de cultivo. Os primeiros resultados obtidos utilizando o MCCN como fonte de alimento vivo mostraram que a preferência alimentar das pós-larvas de Litopenaeus vannamei variou de acordo com a fase de seu desenvolvimento. Na fase inicial de cultivo, as pós-larvas capturaram preferencialmente ciliados e rotíferos, já os nematódeos foram efetivamente predados nas 3 fases analisadas. O peso final dos camarões cultivados no sistema BFT (“Biofloc Technology”) enriquecido com nematódeos foi significativamente maior do que o obtido pelos camarões cultivados no tratamento controle BF, indicando o grande potencial destes organismos para o aumento da produtividade dos cultivos super-intensivos de camarões marinhos.

TEXTO COMPLETO