Contribuição das diatomáceas e dos substratos artificiais nos bioflocos e no desempenho de juvenis de Litopenaeus vannamei cultivados em sistema BFT

Autor: Tatiana Germano Martins Machado (Currículo Lattes)
Orientador: Dra Clarisse Odebrecht
Co-orientador: Dr Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior

Resumo

A aquicultura é a atividade de produção animal com maior taxa de crescimento no mundo e a carcinocultura movimenta alto valor comercial. O avanço tecnológico permitiu o desenvolvimento de sistema de cultivo super-intensivo sem renovação de água na presença de bioflocos, denominado de sistema BFT (Biofloc Technology). Esse sistema apresenta grandes vantagens, pois reduz a emissão de efluentes pelo reuso da água por vários ciclos de produção, diminuindo os riscos de disseminação de doenças e provendo benefícios nutricionais. A microbiota contribui na manutenção da qualidade de água e serve de alimento suplementar para os animais cultivados. Neste trabalho foi avaliada a influência da presença de diatomáceas (Amphora coffeaeformis Cylindrotheca closterium, Conticribra weissflogii) e substrato artificial na formação e qualidade nutricional dos bioflocos e no desempenho de camarões Litopeneaus vannamei (Boone,1931) cultivados em BFT. Os experimentos foram realizados em tanques retangulares (0,5 m2; 200 L) no interior de estufa com os objetivos de (1) avaliar a contribuição das diatomáceas para a formação dos bioflocos e desempenho do crescimento de juvenis do camarão em BFT; (2) testar se a seleção das espécies de diatomáceas pode melhorar o desempenho de crescimento de juvenis do camarão em BFT; e (3) comparar o efeito da adição de diatomáceas e de substrato artificial em BFT no desempenho de crescimento deste camarão. Foi constatado que a manutenção de diatomáceas em alta densidade celular requer a adição de sílica e contribui para o desempenho dos camarões. A adição de Amphora coffeaeformis e Conticribra weissflogii resultou no melhor crescimento dos camarões, que apresentaram elevadas taxas de sobrevivência, ganho de peso, biomassa média final e eficiente conversão alimentar. Os níveis de lipídeos (2,64 a 5,11 %) incluem os ácidos graxos essenciais, destacando-se o ácido linoleico (C 18:02) e o ácido eicosapentanóico (EPA) (C 20:05 n3). A presença das diatomáceas foi mais importante do que o uso de substratos artificiais para a melhoria do desempenho do crescimento do camarão L. vannamei. Em resumo, os resultados obtidos auxiliam no aprimoramento do BFT, e indicam que a adição de silica é necessária para manter a presença de diatomáceas em alta densidade. A seleção de espécies de diatomáceas é importante para o seu próprio melhor crescimento e desempenho do camarão. Por último, destaca-se que a adição de diatomáceas é mais importante do que o substrato artificial, visando uma melhor eficiência e desempenho em sistema de cultivo com bioflocos.

TEXTO COMPLETO