Bioquímica Animal Comparada (16071P)

Responsável: Dr Jose Maria Monserrat
Créditos: 02 (15 h/a T 15 h/a P)
Oferecimento: out/dez

Ementa: 
Capacitar o aluno na compreensão dos mecanismos envolvidos no controle de diferentes processos metabólicos em resposta a mudanças no ambiente interno ou externo desde uma perspectiva que analise as estratégias utilizadas por diferentes grupos de animais de interesse em Aquicultura. As respostas bioquímicas analisadas incluem estratégias tanto frente a condições ambientais adversas (falta de oxigênio, variações de temperatura, etc) quanto a problemas de poluição, em especial os relacionados à toxicidade de compostos nitrogenados e cianotoxinas. Novos tópicos de importância para Aquicultura como o uso de suplementos antioxidantes e a aplicação de nanotecnologia são também abordados.

Programa
Unidade 1
Princípios do controle e regulação metabólica. Controle da atividade enzimática através de mudanças na concentração de substrato, variações de pH, moduladores alostéricos e modificações covalentes reversíveis. Outros tipos de controle: associação e dissociação de subunidades de enzimas multiméricas. Mecanismos de cooperatividade: a equação de Hill e outros modelos matemáticos.

Unidade 2
A mitocôndria como compartimento celular de processos bioquímicos chave: ciclo de Krebs e cadeia respiratória. Estratégias utilizadas para minimizar a produção de espécies ativas de oxigênio (EAO) através de proteínas desacopladoras. Permeabilidade de prótons na membrana mitocondrial interna de organismos ectotérmicos. Uso de suplementos antioxidantes aplicados à Aquicultura.

Unidade 3
Respostas bioquímicas frente à disponibilidade limitada de oxigênio. Efeito Pasteur e controle da glicólise. Mecanismos para sobrevivência em longo prazo a anoxia. Depressão metabólica: controle de transporte de membrana e síntese protéica.

Unidade 4
Bioquímica toxicológica. Conceito de fases 0, I, II, e III no metabolismo de tóxicos em organismos aquáticos. Sistemas enzimáticos envolvidos: monooxigenases de função mista, glutationa reduzida e glutationa-S-transferase. Toxicidade de compostos nitrogenados e cianotoxinas. Tópicos de nanotecnologia aplicados à Aquicultura.

  • Bibliografia
    - Dhillon R.S., Mandic M., Yao L., Cao Z-D., Fu S-J., Brauner C.J., Wang, Y.S. Richards, J.G. (2018). Ethanol metabolism varies with hypoxia tolerance in ten cyprinid species. J. Comp. Physiol., 188: 283-293. (https://doi.org/10.1007/s00360-017-1131-4)
    - Hochachka, P., Somero, G.N. (2002). Biochemical adaptation. Ed. Oxford, 480 pp. (http://argo.furg.br/?RG000130921)
    - Huang C-Y., Lin, H-C. Lin, C-H., Lin (2015). Effects of hypoxia on ionic regulation, glycogen utilization and antioxidative ability in the gills and liver of the aquatic air-breathing fish Trichogaster microlepis. Comp. Biochem. Physiol., A 179: 25-34. (https://doi.org/10.1016/j.cbpa.2014.09.001)
    - Jiang, J., Wu, X-Y., Zhou, X-Q., Feng L., Liu, Y., Jiang, W-D, Wu P., Zhao Y. (2016). Effects of dietary curcumin supplementation on growth performance, intestinal digestive enzyme activities and antioxidant capacity of crucian carp Carassius auratus. Aquaculture, 463: 174-180. (https://doi.org/10.1016/j.aquaculture.2016.05.040)
    - Nelson, D.L. e Cox, M.M. (2000). Lehninger Principles of Biochemistry. Ed. Worth Publishers, 1152 pp. (http://argo.furg.br/?RG001365356)
    - Siddiqi, K.S., Husen A., Rao R.A.K. (2018). A review on biosynthesis of silver nanoparticles and their biocidal properties; J. Nanotechnol., 16:14. (https://doi.org/10.1186/s12951-018-0334-5)
    - Sinha AK, AbdElgawad H, Zinta G, Dasan AF, Rasoloniriana R, Asard H, et al. (2015) Nutritional status as the key modulator of antioxidant responses induced by high environmental ammonia and salinity stress in European sea bass (Dicentrarchus labrax). PLoS ONE 10(8): e0135091.  (https://doi.org/10.1371/journal.pone.0135091)
    - Storey, K.B. (2004). Functional Metabolism. Regulation and adaptation. Ed.Wiley-Liss, 594 pp.