Utilização de diferentes sistemas de aeração em viveiros na fase de engorda do camarão branco Litopenaeus vannamei, em cultivo intensivo com bioflocos

Autor: Julio Cesar Zemor (Currículo Lattes)
Orientador: Dr Geraldo Kipper Fóes
Co-orientador: Dr Luis Henrique da Silva Poersch

Resumo

A aeração é um importante componente de gestão e controle em viveiros de camarões que utilizam o sistema BFT (Biofloc Technology Sistem). Ela deve suprir a demanda necessária para sobrevivência dos animais, além dos bioflocos, fitoplâncton e oxidação da matéria orgânica, proporcionando certo grau de controle sobre o acúmulo de sedimento no viveiro. O acúmulo de sedimento anóxico quando ocorre, pode gerar condições estressantes, as quais limitam o crescimento dos camarões afetando diretamente o desempenho zootécnico. Este estudo teve como objetivo avaliar a eficiência da aeração na manutenção da qualidade da água através de diferentes métodos de incorporação de oxigênio dissolvido e o desempenho zootécnico na fase de engorda do camarão Litopenaeus vannamei em sistema intensivo. O experimento foi realizado em nove viveiros com área de 600 m2, recobertos com mantas de polietileno de alta densidade (PEAD). Foram testados diferentes sistemas de aeração em três tratamentos (paralelo, raceway e misto) com três repetições em cada. Foram estocados 100 camarões m-2, com peso médio de 1,15 g e o experimento teve duração de 114 dias. Não foram observadas diferenças significativas (p>0,05) nos parâmetros de qualidade da água e no desempenho zootécnico. Entretanto, os tratamentos avaliados não apresentaram acúmulo de sedimento no fundo dos viveiros após a despesca e as produtividades ultrapassaram as 12,4 ton ha-1 em todos os tratamentos.

TEXTO COMPLETO