Influência do pH nos parâmetros hematológicos, iônicos e de desempenho zootécnico em juvenis de pacu Piaractus mesopotamicus (Holmberg 1887)

Autor: Lucas Pellegrin (Currículo Lattes)
Orientador: Dr Luciano de Oliveira Garcia

Resumo

O pH da água pode ser influenciado de diversas maneiras nos sistemas de cultivo e a sua alteração pode desencadear mudanças fisiológicas, bioquímicas e comportamentais nos peixes, interferindo no desenvolvimento e cultivo destes. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi verificar os efeitos da exposição a diferentes níveis de pH da água sobre os parâmetros hematológicos, iônicos e de desempenho zootécnico de juvenis de pacu Piaractus mesopotamicus. Para o desenvolvimento deste estudo foram utilizados 300 juvenis de P. mesopotamicus (33 ± 1g), os quais foram expostos a quatro diferentes níveis de pH (5,5; 6,5; 7,5 e 8,5), em triplicata, por um período de 45 dias em sistema de recirculação de água. Para as análises hematológicas foram coletadas amostras de sangue, nos dias 1, 2, 5, 15, 30 e 45 após o início do experimento, para quantificar os níveis de glicose, pH sanguíneo, hematócrito e íons no plasma (Na+, Cl- e K+, apenas nos dias 1 e 45). Também foram realizadas análises dos parâmetros de desempenho zootécnico (0 e 45 dias) de todos os animais e foi verificado o consumo de ração, o índice hepatossomático e a taxa de sobrevivência durante o experimento. Os diferentes níveis de pH da água não influenciaram nos níveis da glicose sanguínea. Com relação ao hematócrito os valores encontrados para todos os tratamentos permaneceram dentro dos descritos para esta espécie (70 a 98 mg.dL-1). As concentrações iônicas de Na+ e K+ foram significativamente menores no tratamento de pH 8,5 em relação aos demais, e o desempenho zootécnico foi maior para o tratamento exposto ao pH 8,5, apresentando maior peso e melhor taxa de crescimento específico, além de apresentar o maior consumo de ração e índice hepatossomático. Conclui-se que a faixa de pH de 5,5 a 8,5 pode causar alterações nos índices hematológicos. Entretanto, pacus criados em pH 8,5 apresentaram melhores índices de desempenho zootécnico, sendo dessa forma o valor de pH mais indicado para o cultivo de juvenis de pacu.

TEXTO COMPLETO