Avaliação reprodutiva de machos de camarão rosa Farfantepenaeus duorarum cultivados em sistema BFT “Bio-Floc Tecnology”

Autor: Miguel Arévalo López (Currículo Lattes)
Orientador: Dr Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior
Co-orientador: Dra Martha Gabriela Gaxiola (UNAM/México)

Resumo

O camarão-rosa Farfantepenaeus duorarum é um importante recurso pesqueiro que apresenta distribuição no Oceano Atlântico desde o estado de Maryland nos EUA até a Bahia de Ascensión, no estado de Quintana Roo no México. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a qualidade reprodutiva e nutricional de machos mediante a contagem e caracterização de células espermáticas originados de camarões mantidos em sistemas convencionais com água clara e sistema de bioflocos. O experimento foi desenvolvido em uma fase de terminação (60 dias), pré-maturação (30 dias) e de desempenho reprodutivo (45 dias). Os machos foram submetidos a três tratamentos: BF+P bioflocos com ração comercial 35 % PB ; BF+PF biofloco com alimento fresco e ração e CR+PF água clara com alimento fresco e ração. Na fase de desempenho reprodutivo os camarões de todos os tratamentos seguiram para a sala de maturação onde foram alimentados com alimento fresco. Os parâmetros de qualidade de água durante as três fases do experimento não mostraram diferença significativa entre tratamentos (P>0,05) e estiveram nos níveis adequados para o cultivo de camarões. Durante a fase de desempenho reprodutivo, não foram encontradas diferenças significativas (P>0,05) no número de células espermáticas totais entre tratamentos, sendo que o tratamento CR+PF apresentou 8,9±5,83 x106 células e os tratamentos BF+P e BF+PF apresentaram 12,35±10,2 e 12,96±5,2 x106 células respectivamente, com uma percentagem maior que 96% em todos os tratamentos, após um período de 45 dias de desempenho reprodutivo. Não houve diferença significativa (P>0,05) nos dados de Índice Gonodosomático, entre tratamentos, na monstragem inicial nem na amostragem final. Os dados de metabólitos na gônada dos machos não apresentaram diferença significativa (P>0,05) entre tratamentos. Os dados de Triglicerídeos e Colesterol na gônada não apresentaram diferença significativa. Já os dados de proteínas totais no tratamento CR+RF foram diferentes estatisticamente dos tratamentos BF+R e BF+RF. O Tratamento BF+P demonstrou ser uma opção para preparar machos reprodutores de F. duorarum.

TEXTO COMPLETO