Estratégias para o cultivo de Litopenaeus vannamei (Boone, 1931) no extremo sul do Brasil

Autor: Dariano Krummenauer (Currículo Lattes)
Orientador: Dr Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior
Co-orientador: Dr Ronaldo Cavalli

Resumo

Nos últimos anos a indústria do camarão cultivado vem passando por sérios problemas econômicos. O surgimento de enfermidades associados com um manejo inadequado dos produtores geraram uma redução da produtividade média brasileira. Entretanto, alguns investidores ainda vêem nesta atividade uma alternativa rentável e têm mantido contato com a Fundação Universidade Federal do Rio Grande - FURG com a finalidade de obter informações sobre a viabilidade técnica e econômica da atividade para a região Sul do Brasil. As baixas temperaturas que ocorrem durante o outono e inverno no Rio Grande do Sul limitam os cultivos de camarões aos meses mais quentes. Os produtores devem saber claramente qual a estratégia a ser adotada para que o cultivo atinja rentabilidade. A oferta camarões em várias épocas do ano, principalmente quando se obtenha melhores preços de mercado é uma estratégia interessante do ponto de vista do produtor. Por outro lado os cultivos devem estar de acordo com os novos conceitos de uma aqüicultura responsável e ambientalmente correta. O presente estudo tem como objetivos, gerar subsídios para produzir camarão no extremo sul do Brasil, dentro dos novos conceitos de uma aqüicultura sustentável e ambientalmente correta. Contribuindo assim, para o desenvolvimento do cultivo de Litopenaeus vannamei no extremo sul do Brasil.

https://argo.furg.br/?BDTD108

TEXTO COMPLETO