Influência da adição de amônia na velocidade de formação dos flocos microbianos e no desempenho do camarão branco do Pacífico, Litopenaeus vannamei, cultivado em sistema heterotrófico

Autor: Márcio Henrique de Carvalho Miranda (Currículo Lattes)
Orientador: Dr Luis Henrique da Silva Poersch
Co-orientador: Dr Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior

Resumo

Nos últimos anos, o cultivo em meio heterotrófico tem se consolidando como alternativa para produção de organismos aquáticos com menor impacto ambiental, dessa forma, acelerar a formação de flocos microbianos possibilitaria melhorar os estudos acerca dos microorganismos e, eventualmente, reduzir custos de produção. O presente estudo teve como objetivo avaliar a influência da adição de amônia sobre o desenvolvimento dos flocos microbianos em cultivo do Litopenaeus vannamei em meio heterotróficos sem renovação de água. Para isto, foi montado um sistema com 15 unidades experimentais onde foram cultivados durante 21 dias juvenis de camarões em densidade de estocagem equivalentes a de 300 indivíduos/m2 com peso médio inicial de 0,58 ± 0,21. Foram testados quatro tratamentos: T1, adição de 1,5 mg/L a cada 7 dias; T2, adição de 3,0 mg/L de amônia a cada 7 dias; T3, adição de 1,5 mg/L a cada 3 dias; T4, adição de 3,0 mg/L de amônia a cada 3 dias e o controle, onde não foi adicionado amônia. Em cada tratamento foram utilizadas, três repetições. Melaço de cana-de-açucar foi adicionado como fonte de carbono visando manter uma relação carbono/nitrogênio de aproximadamente 20:1. No tratamento controle o carbono so foi adicionado quando a concentração de nitrogênio amoniacal atingia 1,0 mg/L. Para quantificar os flocos microbianos foi utilizado o Cone de Imhoff diariamente. Os dados de qualidade de água estiveram dentro da faixa considerada ideal para o cultivo do L. vannamei durante todo o experimento. Não houve diferença significativa no ganho de peso ou na sobrevivência dos camarões, sugerindo que as concentrações de amônia adicionada não prejudicaram os animais. Os resultados do Cone de Imhoff evidenciaram diferença significativa no desenvolvimento de flocos microbianos entre o controle e os diferentes tratamentos, e indicam que o aumento da freqüência de adição de amônia é significativamente mais importante que o incremento das concentrações de amônia.

TEXTO COMPLETO